5 de setembro de 2011

Colo

Ainda que tudo mostre que não
Que barreiras se levantem
Que situações desfavoráveis me sobrevenham

Ainda que minhas forças acabem
Que minhas lágrimas sequem
Que tudo que eu tenha se acabe

Mesmo assim
Lembrarei que existe alguém velando por mim
Sorrindo comigo e chorando comigo

Existirá alguém que me estenderá a mão
Que dirá que me ama
Que nunca me deixa só

Esse alguém, me colocará no colo
Me chamará de filha e dirá: Eis-me aqui pra te ajudar
Esse alguém é meu Pai.

Isabela Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário